Estoque

Gestão de estoque: as 5 melhores práticas para sua empresa

setembro 18, 2018
Gestao de estoque
Tempo de leitura 3 min

A gestão de estoque de uma empresa pode representar a espinha dorsal de todo o negócio. É fundamental ter uma gestão eficiente para que os resultados sejam mais expressivos e positivos, tanto no financeiro quanto em outros setores. As boas práticas no gerenciamento de estoque trazem benefícios que vão além do setor de logística.

Pensando nisso, esse post apresentará as cinco melhores práticas de gestão de estoque para sua empresa. Quer saber quais são? Boa leitura!

1. Faça inventários periodicamente

A realização periódica de inventários ajuda na administração e detecção de problemas do estoque de forma ágil e em tempo hábil. A periodicidade ajuda a manter um nível de organização do estoque e acompanhar se está havendo melhorias ou não na gestão.

2. Organize o estoque

Organização é fundamental na gestão de qualquer estoque. E não se trata apenas de organização física dos produtos. É preciso também uma ordem nos cadastros realizados nos sistemas.

Boas práticas de organização incluem:

  • deixar os itens que são mais vendidos mais acessíveis para a entrega;
  • padronizar os campos de cadastro de itens;
  • evitar duplicidade de cadastros;
  • criar controles de entrada e saída.

3. Estude os indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são importantíssimos para avaliar o quão bem está indo a gestão de estoque da sua empresa. Ela afeta diretamente o setor financeiro ao cuidar da gestão, compra e venda de produtos.

Os indicadores servem para fazer giro de materiais, cronograma de inventários, controle de mercadoria, desperdícios, danos, depreciação e curvas de venda diversas. Esses números são essenciais para tomar novas decisões, decidir novas estratégias e realizar planejamentos futuros.

4. Utilize tecnologias para agilizar os processos

Existem diferentes tecnologias que podem aumentar a eficiência na gestão de estoque. Seja por um software robusto de controle de materiais, processos de execução de atividades modernas ou equipamentos para a gestão de patrimônio, por exemplo.

A adoção de novas tecnologias agiliza os processos de gestão de estoque, como conferência de produtos, verificação de itens extraviados, redução de falhas humanas, entre outros. Além disso, esses sistemas são responsáveis por fazer integração entre diversos setores da empresa.

5. Integre o estoque com o restante da empresa

Talvez a melhor prática a ser adotada. O gerenciamento de estoques afeta toda a empresa. Saber interligar os setores que são afetados pelo estoque como o financeiro, vendas e marketing traz benefícios internos e um senso de produção maior por parte dos colaboradores.

A integração diz respeito ao fluxo de informação contínua entre os setores. Todo mundo sabe tudo o que acontece. Ou seja, é possível identificar as demandas, realizar comprar pontuais, aumentar o índice de atendimento e, consequentemente, a satisfação dos clientes.

Os resultados de uma gestão de estoque eficiente trazem muitos benefícios para a empresa. Ela melhora a performance financeira ao comprar melhor, reduzir perdas e melhorar o fluxo de caixa. Sua integração com outras áreas da empresa pode representar um fator crucial para o negócio e não deve ser ignorado.

Gostou do nosso post sobre gestão de estoque? Então não deixe de nos seguir no Facebook e LinkedIn para acompanhar nosso conteúdo.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up