Gestão e Administração

Como aumentar os ciclos do meu inventário?

dezembro 12, 2019
Tempo de leitura 1 min

Já estamos na reta final de 2019, naquele período em que muitas empresas olham para seus ativos com mais cuidado e realizam seus inventários anuais para controle patrimonial.

Mas não posso realizar o inventário com um intervalo maior de tempo?

A minha resposta é sempre: depende!

Não podemos negar que ao longo de um ano, a situação do ativo imobilizado em uma empresa pode sofrer grandes mudanças.

Com isso,  a necessidade para a realização do inventário anual está diretamente ligado à quantidade e qualidade dos controles de gestão implantados na empresa.

Por exemplo, se a gestão possui apenas um controle básico de entradas do ativo, sugere-se que os inventários sejam realizados anualmente ou no máximo a cada 2 anos.

Já a gestão que monitora diariamente todas as movimentações internas e externas, com rotinas para atualização constante da base de ativos, realiza inventários rotativos, monitora a gestão com indicadores e está em melhoria de processos em busca de atender as normas contábeis, pode sim, realizar inventários gerais com intervalores de até 5 anos.

Como pode perceber, é possível sim manter-se longe dos inventários anuais, mas para isso, será necessária a adoção de uma gestão diária do ativo imobilizado da sua empresa.

A boa notícia? Isso é mais simples do que parece!

Bons controles e uma política de gestão de ativos podem ser um grande começo para aumentar a periodicidade do inventário.

Conte-nos como anda a gestão dos seus ativos para que possamos ajudá-lo a aumentar o tempo entre a realização dos inventários!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up